Espírito Santo constrói mapas da inovação e inclusão digital em busca de desenvolvimento sustentável

Todas as cidades do Espírito Santo foram convocadas para a II Agenda Capixaba de Inclusão Digital. O evento faz parte das ações que o Governo do Espírito Santo executa, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Trabalho (Sectti), visando aprimorar a política pública para o setor. A Agenda será realizada nesta quinta-feira (31), a partir das 8h30min, no auditório da Sectti, localizado na Avenida Fernando Ferrari, 1080, e vai recolher e partilhar informações para a elaboração de diagnóstico da inclusão digital no Estado.

Um dos principais objetivos desta agenda é intensificar e disseminar as oportunidades dos telecentros nas cidades. A estratégia, de acordo com o coordenador da atividade, subsecretário Alberto Gavini, é conhecer as experiências positivas nos Estados e municípios, e perceber o panorama da política nacional de inclusão digital. Como resultado, será elaborado um documento orientador de política pública e investimentos no setor.

Nesta terça-feira (29), também foi finalizado o workshop “Construindo o mapa da inovação”, que durante quatro encontros procurou diagnosticar o setor inovador no Espírito Santo, definindo competências, demandas e ofertas do setor produtivo, academias e órgãos públicos. De acordo com o secretário Jadir Péla, este diálogo deverá ser permanente para dar amparo à Lei da Inovação e ao Polo da Inovação, além das parcerias que virão a fomentar o setor.

O Mapa da Inovação contou com a participação de diversas instituições, tais como Fapes, Incaper, Aderes, Aspe, Ufes, Ifes, Sistema Findes, Sebrae, além de pesquisadores e empresários de setores estratégicos para o desenvolvimento estadual. O resultado será compilado e publicado em breve com indicativos de inovação para todos os setores interessados.

Nas duas ações, segundo o secretário Jadir Péla, o Governo atua para colocar a ciência a serviço do desenvolvimento sustentável. “Queremos fornecer todos os instrumentos possíveis para que o cidadão capixaba seja o maior beneficiado pela inclusão digital nas escolas e empresas. Da mesma forma, vamos fazer com que a inovação seja um diferencial do nosso Estado. Seremos exportadores de conhecimento aprimorado”, afirma Jadir Péla.

Ele cita também a Semana Estadual de Ciência e Tecnologia, realizada de 15 a 21 de outubro, com o tema Economia Verde, Sustentabilidade e Erradicação da Pobreza. Nesta edição, o maior evento de popularização da ciência no Estado também vai realizar a Inventa Brasil – Mostra Internacional de Inventores Rurais. Além disso, no mesmo contexto será realizado o I Simpósio Internacional Sobre Empreendedorismo Sustentável Rural, que vai reunir especialistas de diversos países em busca de soluções inovadoras para as várias modalidades do agronegócio.

ASCOM/Sectti