Braçal preso por estuprar neta de 3 anos

Um trabalhador braçal de 44 anos foi preso em flagrante na tarde de domingo, acusado de tentar estuprar a própria neta, de 3 anos, em um balneário no interior de Mucurici, no Extremo Norte do Estado.

O nome do suspeito não será divulgado para preservar a identidade da menina, em respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente. Segundo a polícia, turistas que presenciaram a agressão atingiram o braçal com socos e pontapés. “Viram ele tirando a calcinha da neta e bateram bastante nele, antes que a polícia chegasse. O suspeito ficou bastante machucado”, disse um policial que atendeu à ocorrência.

O crime aconteceu por volta das 15h30, no Balneário de Itaúnas, às margens Rodovia Valter Ribeiro de Barros, zona rural de Mucurici. Moradores e turistas acionaram a PM.

À polícia, os turistas contaram que o braçal tirou a roupa da neta e passou a alisar as partes íntimas dela, na frente de todos. Ele foi encaminhado ao Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de São Mateus e depois para um presídio em Vitória.

A criança foi entregue ao Conselho Tutelar, onde permanecerá até que a Justiça defina com quem vai ficar.

Fonte:  Gazeta Online