Colatina recebe nova escola

Com ações na área de Educação, Saúde, Agricultura e Cidadania, moradores do município de Colatina, na Região Noroeste do Estado, receberam importantes e aguardados investimentos do Governo do Espírito Santo, totalizando quase R$ 10 milhões, nesta segunda-feira (29).

Acompanhado do vice-governador Givaldo Vieira, do deputado federal Paulo Foleto, do defensor-geral do Estado Gilmar Batista, dos secretários de Estado da Educação Klinger Barbosa, e da Saúde Tadeu Marino, do prefeito municipal Leonardo Deptulsk, dos deputados estaduais Henrique Vargas e Genivaldo Lievori, o governador Casagrande destacou a importância da família na construção de um estado mais humano, além de entregar obras, veículos e reafirmar a parceria municipalista.

“A família possui uma participação fundamental no ambiente escolar e na educação das nossas crianças. Para construirmos um futuro melhor para os nossos jovens, precisamos trabalhar em conjunto, unidos, poder público e sociedade, seja na área da educação, formando cidadãos, seja na prevenção ao uso de drogas, ou mesmo no tratamento de dependentes. E é nesse espírito que o Governo do Estado trabalha e vai continuar investindo nos 78 municípios, sempre com foco na melhoria da qualidade de vida da nossa população”, frisou Casagrande.

Escolas

Somente para a reforma e ampliação da Escola Estadual de Ensino Médio e Profissionalizante Conde de Linhares foram destinados R$ 7,7 milhões e a unidade de ensino passou a contar com 11 salas de aula temáticas para os cursos profissionalizantes. A escola também conta com dois laboratórios de Informática, auditório, biblioteca e quadra poliesportiva.

Para o secretário de Estado da Educação, Klinger Barbosa Alves, a unidade de ensino também é um destaque. “A escola é uma grande referência. O ensino público tem de ser de excelente qualidade e esse é o caso da Conde de Linhares”. O secretário ressaltou que a implantação de ambientes tecnológicos na unidade inovará ainda mais as metodologias de estudos dos alunos e, consequentemente, a ação irá ajudar no desempenho escolar.

Para o diretor geral em exercício do Instituto de Obras Públicas do Espírito Santo (Iopes), Luiz Carlos Casotti, a inauguração de uma obra é sempre um motivo de grande satisfação para os profissionais do Instituto. “E é também motivo de orgulho, pois temos a consciência de que estamos contribuindo para a qualidade da educação no Estado”, ressaltou.

A diretora Regina Célia Vago acrescentou que a reforma da nova unidade de ensino representa uma conquista, enquanto a aluna Fernanda Mathias Gomes, de 17 anos, reforça que a unidade de ensino, após as obras, se tornou mais atrativa.

A nova unidade tem capacidade para atender 1.320 estudantes de ensino médio integrado a educação profissional, nos três turnos. Os serviços de reforma e ampliação foram realizados em parceria entre a Sedu e o Iopes.

Saúde

Na área da Saúde, o governador inaugurou o Centro de Atenção Psicossocial (CAPSad) ‘Enoch Soares Alencar’, que será referência para pacientes do município e redondezas que sofrem com problemas decorrentes do uso ou abuso de álcool e outras drogas. O Governo do Espírito Santo financiou as obras com o repasse de R$ 1,2 milhão – entre obras e equipamentos – para a prefeitura, que ficará responsável pelo funcionamento da unidade.

A viúva do homenageado, Dona Ieda Stella Moulin de Alencar, esteve presente e leu uma breve carta com o resumo do trabalho feito por seu marido, que era médico com atuação reconhecida em Colatina.

Durante a solenidade, o governador fez uma visita e conheceu as dependências da Unidade. Casagrande ressaltou os esforços feitos para estabelecer uma rede de atendimento voltada para quem sofre com esse problema. “Estamos construindo 12 CAPSad para enfrentar essa questão das drogas. Essas pessoas não sabem onde procurar ajuda, elas precisam de uma porta para bater, é isso que estamos oferecendo aqui. É um local para tratamento, mas que também trabalhará educação e prevenção”, explicou.

O secretário Tadeu Marino comemorou a inauguração de mais um CAPSad. “É com muita alegria que entregamos o terceiro CAPSad neste ano. São mais de R$ 12 milhões que o Governo está investindo na criação dessa rede que ajudará, sobretudo, no tratamento de usuários de crack, que se tornou uma epidemia em todo o Brasil. Esse investimento em Colatina mostra nossa preocupação em descentralizar os serviços de saúde no Estado”, salientou.

Casagrande e Marino também assinaram um convênio com o Hospital São José, em Colatina, no valor de R$ 900 mil, para aquisição de equipamentos e materiais permanentes para o Programa Rede Bem Nascer. “Esse é o primeiro convênio que assinamos desde o lançamento desse Programa”, acrescentou o secretário.

Agricultura

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, repassou a duas associações rurais de Colatina veículos para reforçar as vendas e o atendimento às famílias de estudantes rurais. A solenidade foi realizada na Escola Estadual Conde de Linhares, no Centro de Colatina. O investimento é de R$ 243 mil, com recursos direcionados por emendas parlamentares estaduais.

Um caminhão Ford Cargo 816, no valor de R$ 220.111,43, vai atender a Associação dos Pequenos e Médios Produtores Rurais de Barra de Santa Júlia. Mais de 120 famílias, que produzem principalmente café conilon e banana, agora contam com o caminhão para melhorar o transporte da produção. As comunidades beneficiadas são, além de Barra de Santa Júlia, as de Boapaba e São Miguel de Boapaba.

“O nosso grande desafio é a questão do transporte dos produtos, que até hoje fazemos por atravessadores e com caminhões alugados. Mas, agora, teremos veículo para suprir esta necessidade, além de ajudar na compra de insumos agrícolas”, afirmou o presidente da associação, Maurício do Nascimento.

Já o Fiat Mille Way 1.0, no valor de R$ 23.560,00, vai beneficiar a Associação Promocional Escola Municipal Comunitária Rural Padre Fulgêncio do Menino Jesus. São duas escolas rurais, uma localizada em São João Pequeno e outra em Reta Grande, que vão utilizar o veículo para a locomoção dos monitores que fazem o acompanhamento com as famílias dos alunos.

“Temos muita dificuldade em fazer o deslocamento dos monitores que realizam as visitas nas famílias. Este acompanhamento é uma das linhas básicas para o desenvolvimento do modelo de Educação adotado nas nossas escolas”, declarou o presidente da Associação de Reta Grande, Edvaldo Noventa.

ASCOM/SEDU