Idaf apreende mais de 500 quilos de produtos clandestinos

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) apreendeu aproximadamente 570 quilos de produtos de origem animal clandestinos durante ação da equipe de fiscalização volante, realizada na última sexta-feira (25), em Guaraná, distrito de Aracruz.

Os produtos, que foram encaminhados para destruição, estavam sem a documentação sanitária oficial obrigatória, que permite verificar as condições higiênico-sanitária e tecnológica da produção de alimentos de origem animal.

O veículo, proveniente de Santa Maria de Jetibá, transportava carcaças de frango e pato, carne suína e linguiça em caixas de isopor sem gelo, que seriam comercializadas em feiras livres de Linhares.

O Idaf alerta que os alimentos não inspecionados oferecem riscos à saúde da população, por isso, é importante que, durante a compra, verifique-se a presença do carimbo ou selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF), Serviço de Inspeção Estadual (SIE) ou do Serviço de Inspeção Municipal (SIM).

ASCOM/IDAF