Dilma Rousseff é reeleita para a presidência do Brasil em 2014

10734067_10204937796387094_4947021141307153209_oA presidente Dilma Rousseff foi reeleita com 51,59% dos votos na noite deste domingo (26). Com 100% das urnas apuradas, a petista conquistou 54.501.118 dos votos, contra 51.041.115 votos do adversário Aécio Neves (PSDB). A vitória foi garantida com uma enorme vantagem no Nordeste, onde Dilma teve mais de 70% dos votos.

Em seu primeiro discurso, depois de reeleita, Dilma destacou que fará uma reforma política. “Meu primeiro compromisso será deflagrar essa reforma. Faremos um plebiscito para consultar a população sobre este assunto. Precisamos entrar com força e legitimidade para levar essa reforma à diante”.

10710452_10204937729905432_7575209485774192221_oPara conquistar o segundo mandato, a presidente convenceu a população de que sua reeleição significará, de fato, o início de um novo ciclo de mudanças para o país. Dilma teve vantagem no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí, Maranhão, Tocantins, Pará, Amapá e Amazonas. O candidato Aécio Neves se saiu melhor nas urnas no Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Acre, Rondônia, Roraima e Distrito Federal.

O presidente do PT no Estado, João Coser, disse que ficou feliz com a vitória do partido. Para ele, quatro mandatos consecutivos demonstra a compreensão do povo brasileiro com o projeto social do partido dos trabalhadores. “O processo eleitoral teve seus altos e baixos. Comemoramos a vitória. A presidente Dilma é comprometida com o povo brasileiro e acredito que não existe má vontade com o povo capixaba”.

Ao assumir seu segundo mandato, Dilma será a sexta presidente mais velha da nossa história. Com 67 anos completados em 14 de dezembro, a presidente fica atrás apenas de Nereu Ramos, Costa e Silva, Getúlio Vargas (que tinha 68 anos e nove meses em seu último mandato), Rodrigues Alves (quinto presidente da história do Brasil) e Tancredo Neves (que morreu antes da assumir, mas teria 75 anos no dia em que tomaria posse).