Programa de incentivo ao empreendedorismo é lançado no Estado

Capixabas que possuem a partir de 16 anos podem inscrever ideias no Sinapse da Inovação

As ideias inovadoras de potenciais empreendedores capixabas vão ganhar uma forcinha a mais para sair do papel: foi lançado nesta terça-feira (30), no Palácio Anchieta, em Vitória, o edital do Sinapse da Inovação, um programa de incentivo ao empreendedorismo inovador que oferece recursos financeiros, capacitações e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso.

O programa, que já gerou mais de 400 empresas de sucesso nos estados de Santa Catarina e do Amazonas, chega agora no Espírito Santo, por meio do Governo do Estado, com o desenvolvimento da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), em parceria com a Fundação Certi.

“Além de uma boa ideia, é preciso poder de articulação para transformá-la em algo concreto. O futuro está completamente conectado com o presente, com os sonhos e projetos que ousamos e colocamos em ação a partir de agora. O Governo do Espírito Santo acredita nos sonhos de tantos empreendedores capixabas e se coloca como parceiro para transformá-los em realidade”, destacou o vice-governador do Estado, César Colnago.

Mais de 500 pessoas prestigiaram o evento, que além do vice-governador, contou com a presença do secretário da Secti, Vandinho Leite, do diretor-presidente da Fapes, José Antônio Bof Buffon, que apresentou o programa para a comunidade, e de representantes de diversas instituições que promovem o empreendedorismo e a inovação no estado.

“Acreditamos que o projeto vai contribuir para diversificar a economia do Estado, que tem capacidade de crescer por meio da tecnologia e da inovação”, disse o secretário da Secti.

O evento contou também com uma palestra inspiradora de Rogério Salume, CEO da empresa capixaba Wine. Rogério destacou a importância dos sonhos e das primeiras ações para concretizá-los na vida daqueles que querem empreender. “Estou tendo uma experiência memorável, pois acredito que o Sinapse vai mudar o empreendedorismo no Estado”, contou.

Inscrições

Qualquer cidadão residente no estado do Espírito Santo com mais de 16 anos poderá participar do programa. Todos os participantes recebem capacitações sobre empreendedorismo e inovação e, ao final, até 40 projetos serão contemplados com R$ 50 mil em subvenção da Fapes, serviços técnicos do Sebrae/ES e suporte para alavancar seus negócios. “Já mobilizamos mais de 100 instituições do estado que estão envolvidas para que o programa seja um sucesso”, declara o diretor da Fapes, José Antônio Buffon.

As inscrições ficam abertas até 12 de julho, por meio do portal www.sinapsedainovacao.com.br/es.

Como funciona

Na primeira fase, os interessados apresentam suas ideias de negócio e a equipe de trabalho. O objetivo é verificar se a ideia é inovadora e traz benefícios para a região e o seu potencial de mercado. Passam para a segunda fase até 300 propostas, e os selecionados devem, então, elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio executivo com o objetivo de demonstrar as chances da ideia gerar um bom negócio.

A terceira fase – pela qual passam até 150 das propostas ainda em jogo – consiste no desenvolvimento de um projeto de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução do projeto. Ao longo de todas as etapas são oferecidas capacitações para auxiliar o empreendedor.

Ao final, até 40 projetos serão contemplados, cada um com R$ 50 mil em subvenção econômica da Fapes, além de serviços técnicos do Sebrae. Ainda, durante seis meses, essas empresas passarão por um processo de pré-incubação com suporte e capacitação para transformar suas ideias em negócios de sucesso.

O Sinapse contribuirá para o estabelecimento da ponte entre academia e indústria no Espírito Santo, já que muitas das ideias vêm de pessoas ainda na universidade, tanto de cursos de graduação como de pós-graduação. Além disso, o Sinapse abre espaço para participação de todos os cidadãos do Estado, tanto para inscrever suas ideias como para interagir com os empreendedores, e consolida uma forte rede de apoio ao empreendedorismo inovador.

Resultados do programa em outros estados

O Sinapse da Inovação é considerado o maior programa de empreendedorismo do país. Em cada edição regional, o programa recebe mais de mil ideias inovadoras, fomentando a cultura do empreendedorismo.

Desde o seu lançamento em 2008 até a 5ª edição catarinense, em 2016, o Sinapse da Inovação apoiou a criação de 385 empresas em Santa Catarina, das quais 72% estão ativas no mercado com um faturamento estimado de mais de R$ 100 milhões no último ano. Além disso, o programa incentivou a formação de mais de 350 relações de parcerias entre startups, universidades, grandes empresas e toda a rede de incubadoras do estado.

Em 2015, o programa começou sua primeira operação fora do estado, lançando o Sinapse da Inovação Amazonas, em parceria com a Fapeam. No local, o programa recebeu a inscrição de 1.188 ideias inovadoras em sua edição piloto, das quais 28 foram contempladas com R$ 50 mil em subvenção.

Mais do que apenas um incentivo financeiro, o Sinapse da Inovação atua como uma terceira via para o empreendedor, uma oportunidade para aqueles que não querem seguir uma carreira pública ou de colaborador de uma empresa.

Alguns dos projetos impulsionados pelo Sinapse nos últimos anos acabaram se tornando grandes empresas em nível nacional. É o caso da Welle Laser, especializada na manufatura de máquinas e equipamentos para marcação e gravação a laser e micro usinagem, e da Chaordic, líder nacional no mercado de recomendações personalizadas para comércio eletrônico. Além disso, as startups vêm ganhando destaque internacional em outros programas de incentivo ao empreendedorismo, como a PackID, primeiro lugar na premiação Advanced Material Competition, em Berlim, e a Revella, primeiro lugar no Academia Industry Training Camp, do governo da Suíça.