IBGE inicia Censo Agro em 1º de outubro na região

Um dos objetivos da pesquisa é levar desenvolvimento aos setores rurais do país. O Posto de Coleta da área de trabalho composta por Montanha, Pinheiros, Mucurici e Ponto Belo recebe os ajustes finais para o início das atividades

 

Os recenseadores vão a campo no próximo dia 1º de outubro para coletar informações

Produtores rurais de Montanha, Pinheiros, Mucurici e Ponto Belo devem ficar atentos para o início do Censo Agro de 2017, que começa no próximo dia 1º de outubro. Um dos objetivos da pesquisa é levar desenvolvimento às áreas rurais do país.

A investigação visa revelar o atual cenário agropecuário do Brasil, para aplicação eficiente de políticas públicas e privadas no setor rural. É imprescindível para o sucesso do censo que os produtores atendam bem os recenseadores e prestem as informações solicitadas por eles.

As equipes de trabalho do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já iniciaram, nos municípios do Norte Capixaba, os preparativos para a pesquisa.

No Posto de Coleta de Montanha já está quase tudo pronto. A cidade é a sede da Área de Trabalho integrada pelos municípios de Pinheiros, Mucurici, Ponto Belo, além, é claro, de Montanha. O Agente Censitário Municipal Franklin Cirino Ribeiro, responsável pela área, ressalta a importância dos resultados do estudo.

“Os resultados do Censo Agro constituem a maior fonte de consulta sobre a realidade rural brasileira, servindo de base para estudos, análises e projeções que podem orientar ações de ordem econômica, política, social e ambiental”.

O presidente do Sindicato Rural de Pinheiros, Francisco Antonio Martins dos Santos, também destaca a relevância do Censo Agro e orienta os produtores a recepcionarem bem os recenseadores, que estarão uniformizados e identificados com crachá.

“O governo precisa de informações sobre a situação dos municípios, e o IBGE é o único órgão que pode coletar esses dados. Peço que todos os amigos produtores recebam os recenseadores de braços abertos”.

Ao longo de cinco meses, os recenseadores irão visitar mais de 5 milhões de estabelecimentos agropecuários em todo o país, levantando informações sobre a área, a produção, as características do pessoal ocupado, o emprego de irrigação, dentre outros temas.

O importante papel da agricultura familiar na produção agropecuária do país será investigado mais uma vez. Os resultados do Censo Agro 2017 devem começar a ser divulgados pelo IBGE em meados de 2018.